RALIE – Relatório de Acompanhamento da Expansão da Oferta de Geração de Energia Elétrica

O acompanhamento da expansão da oferta de geração de energia elétrica abrange todos os empreendimentos em implantação no território nacional, qualquer que seja a fonte de energia. A fiscalização ocorre por meio de monitoramento a distância a partir da data de publicação do ato de outorga que, quando necessária, é complementada com fiscalizações de campo após o início das obras de implantação das usinas.

Até o dia 15 de cada mês, a ANEEL apresenta relatórios de expansão de oferta no formato de Painéis interativos (RALIE) contendo dados técnicos das futuras usinas, atos administrativos publicados, informações apresentadas pelos agentes outorgados sobre a implantação das usinas e avaliação da fiscalização quanto à situação das obras, do cronograma, da viabilidade da implantação das usinas e, principalmente das previsões de início de operação. O RALIE possui informações apenas das usinas em implantação, incluindo as que já estão em operação com uma parcela da sua capacidade instalada autorizada e aquelas que não iniciaram as obras. Em complemento ao acompanhamento da implantação das novas usinas, esses painéis também apresentação a evolução histórica das unidades liberadas para operação comercial desde 2014 com detalhes e desde 1997 com dados resumidos por tipo de geração por ano (dados abertos para essas informações estão disponíveis no conjunto: Liberação para operação comercial de empreendimentos de geração).

Este conjunto de dados disponibiliza uma base com histórico do RALIE desde junho de 2021, sendo campo data de publicação do RALIE a referência do histórico. Neste conjunto, divididos em três arquivos organizados, encontram-se dados técnicos das futuras usinas em implantação como:

Usinas (arquivo 1): Contém dados de características das usinas, dispostos por Código Único de Empreendimentos de Geração (CEG), nome do empreendimento, tipo de geração, potência outorgada (kW), atos administrativos publicados, informações apresentadas pelos agentes sobre licenciamento ambiental, celebração de CUST/CUSD e outros dados sobre a conexão da usina ao sistema de transmissão ou distribuição, datas de cronograma outorgado e realizado, tudo relacionado ao ente “usina”. O campo CEG é a referência, deve haver apenas uma linha de CEG para cada data de publicação do RALIE.

Unidade-Geradora (arquivo 2): Contém dados referentes às unidades das usinas, dispostos por CEG e número da UG, com seus dados técnicos de Potência unitária (kW), datas de operação em teste e comercial outorgadas e previstas. Para cada UG, deve haver somente um CEG para cada data de publicação do RALIE.

Leilão (arquivo 3): Contém referência do Leilão ou Leilões que eventualmente cada usina tenha compromisso, sendo a referência o número do edital do leilão e a data de início do suprimento contratada, por CEG. Uma usina pode ter contratado em mais de um leilão ou em nenhum leilão, no caso de ter mais de um leilão deverá haver linhas repetidas para o CEG da usina, referenciada na data de publicação do RALIE. Se a usina não tem compromisso com nenhum leilão de energia, a referência será “Nenhum" .

Dados e recursos

Informações Adicionais

Campo Valor
Fonte https://dadosabertos.aneel.gov.br
Autor SFG/ANEEL
Versão 1.0
Última Atualização setembro 15, 2022, 19:46 (BRT)
Criado abril 6, 2022, 17:16 (BRT)
Cobertura geográfica Nacional
Cobertura temporal A partir de 2021
Documentação https://www.gov.br/aneel/pt-br/centrais-de-conteudos/relatorios-e-indicadores/geracao
Frequência de atualização Quinzenal